terça-feira, 28 de outubro de 2008

André Rebustini na Malhação


É isso ai, o ator André Rebustini não pára. Recentemente encerrou as gravações da trama “Ciranda de Pedra” da TV Globo, onde interpretou o motorista Pedro. Em seguida, estreou com o espetáculo “Tecendo Vassalissa”
no dia 4 de outubro no Teatro Leblon, Rio de Janeiro.
E para os que pensavam que iriam demorar a ver o rostinho dele nas telinhas, se enganaram, na próxima semana André grava cenas da participação especial que fará em “Malhação”, não percam a oportunidade de mais uma vez acompanhar André Rebustini na TV.

quinta-feira, 2 de outubro de 2008

TECENDO VASSALISSA, A VERDADEIRA HISTÓRIA DA CINDERELA.

O musical com texto de Mônica Alvarenga é inspirado no conto de fadas russo Vasalisa, a Boneca. Na peça, protagonizada pelos atores Priscila Steinamn e André Rebustini, Vassalissa vive com a madrasta e os filhos dela enquanto espera o retorno do pai, que está lutando na guerra. Na tentativa de afastar a menina do convívio familiar, a madrasta cria uma armadilha na floresta e ordena que a jovem vá até lá. Uma máquina importada vai produzir neve no palco. Direção da autora (60min). Rec. a partir de 3 anos. Teatro do Leblon - Sala Fernanda Montenegro (411 lugares). Rua Conde Bernadotte, 26, Leblon, 2529-7700. Sábado e domingo, 17h. R$ 30,00. Bilheteria: 15h/21h (ter. a qui.); 15h/23h30 (sex. e sáb.), 15h/20h (dom.). Até 30 de novembro. Estréia prometida para sábado (4).

Confira:

Espetáculo infantil 'Tecendo Vassalissa'

RIO - Atriz de origem russa, Priscila Steinamn e o ator André Rebustini, ambos atores de Ciranda de Pedra / TV Globo, integram o elenco de “Tecendo Vassalissa” no Teatro Leblon.

Os atores Priscila Steinamn e André Rebustini, respectivamente Neli e Pedro do elenco da novela Ciranda de Pedra, são protagonistas do musical infantil “Tecendo Vassalissa, a verdadeira história da Cinderela”, de Mônica Alvarenga - que estréia no dia 04 de outubro no Teatro Leblon (Rio de Janeiro).

Priscila representará Vassalissa e André será Ivan. Na peça, a jovem Vassalissa vive com a madrasta e os filhos desta enquanto aguarda o retorno do pai, que está lutando na guerra.

Vassalissa recebe da madrasta a ordem de entrar na floresta – na verdade, uma armadilha para afastar a jovem de casa. Superando todos os obstáculos, Vassalissa consegue cumprir a ordem e voltar em segurança para casa.

A madrasta e seus filhos recebem um doloroso castigo e Vassalissa parte em busca da sua felicidade e juntos terão um final feliz, mas bem diferente da versão popularmente conhecida desse conto. Números musicais fazem parte do espetáculo, entre eles a original “dança dos cossacos” interpretada pelos atores. Além disso, recursos cênicos, como uma máquina de neve importada dos EUA, prometem encantar as crianças na platéia.

“Tecendo Vassalissa, a verdadeira história da Cinderela” é um projeto que se preocupa em levar até o seu público, qualidade e textualidade. Um projeto que deseja se estender a todas as classes sociais, valorizando o teatro infantil enquanto obra de arte.

Serviço:

“Tecendo Vassalissa, a verdadeira história da Cinderela”

Temporada: de 04 de outubro a 30 de novembro de 2008

Horário: 17h

Local: Teatro Leblon – Rua Conde Bernadotte, 26 – Leblon. Tel: 2529 7700

Ingresso: R$ 30,00 (inteira) | R$ 15,00 (meia-entrada)

Duração do espetáculo: 60 minutos | Classificação etária: 3 a 9 anos

Capacidade: 414 lugares

Confira:

sábado, 27 de setembro de 2008

Eles também planejam...

Atores de ciranda de Pedra falam como imaginam seus casamentos

Igreja enfeitada, vestido branco e muitas flores. Esse é o cenário do casamento de Margarida e Eduardo em Ciranda de Pedra. Mas será que o casamento tradicional ainda faz parte dos sonhos das pessoas ou está perdendo a força? Conversamos com o elenco da novela para saber como eles planejam o grande dia.

André Rebustini
“Sempre tive o sonho de casar e construir família. Mas não sei se vou me casar na igreja. Prefiro uma cerimônia pequena para poucas pessoas. Meu sonho inclui uma praia, com roupas leves, como batas, e pés descalços”.

Veja o que disseram outros atores:

segunda-feira, 22 de setembro de 2008

André Rebustini estréia em espetáculo no Leblon

APRESENTAÇÃO
O espetáculo TECENDO VASSALISSA, A VERDADEIRA HISTÓRIA DE CINDERELA é uma peça infantil adaptada de um conto russo muito antigo que originou a história da Cinderela e da Gata Borralheira.
A estréia é dia 04 de outubro de 2008, no teatro Leblon, sala Fernanda Montenegro.
A direção estará a cargo de Mônica Alvarenga com 28 anos de carreira no teatro carioca.
Nosso ator principal é André Rebustini, que atualmente vive o Pedro na novela Ciranda de Pedra, na Rede Globo de Televisão e nossa atriz principal é Priscila Sztejnman, que atualmente vive a Nely, também em Ciranda de Pedra.
 
SINOPSE
  Vassalisa era uma menina que vivia com seus pais até o dia em que sua mãe fica doente. Antes de falecer, presenteia a filha com uma boneca parecida com ela, e enfatiza que deve deixá-la sempre ao seu lado pois esta a ajudará nas situações difíceis. O pai casa-se de novo e vai para a guerra deixando Vassalissa com sua madrasta. Num dia de muito frio a madrasta e os filhos, que não gostam dela, combinam de mandar Vassalisa buscar fogo na floresta, torcendo que ela seja destruída pela bruxa Baba Yaga. Ela aceita a incumbência e leva a boneca em seu avental. Tudo que a menina pergunta, a boneca responde, tornando-se assim sua guia na viagem empreendida rumo a casa da bruxa, único lugar onde o fogo pode ser encontrado. Ao chegar lá é obrigada a cumprir muitas tarefas e, com a ajuda e a sabedoria da boneca, consegue realizar o trabalho. Ela retorna sã e salva com o fogo e a madrasta e suas filhas são punidas pela bruxa. No final da história, encontra uma boa senhora que lhe apresenta uma nova possibilidade de vida.  
 
INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES
O texto é resultado de um trabalho longo de pesquisa em cognição infantil, aperfeiçoamento da carpintaria teatral e uma preocupação constante em refinar cada vez mais a dramaturgia do teatro voltada para este segmento.
 

Participou do Fórum Permanente de Dramaturgia do CEPETIM, Centro de pesquisa e estudo do teatro infantil, que tem como alvo a QUALIDADE do teatro para crianças, através de uma reflexão constante, com atividades voltadas para os profissionais de teatro, profissionais da educação e pais, e que organiza atualmente o prêmio Zilka Sallaberry para teatro infantil.

 

Este projeto espera contribuir de forma determinante para a melhoria e manutenção da qualidade da obra de arte em nossos palcos. Apóia-se na teatralidade do jogo da cena e alia um texto de qualidade a uma equipe artística e técnica das mais respeitadas e premiadas da área, como José Dias na cenografia, Aurélio de Simoni na Iluminação e Mauro Leite nos figurinos.

Frau Herta demite Iracema, Silvério e Pedro

Ela reassume o comando da Mansão dos Prados e quer empregados de sua confiança



Depois de dar uma injeção em Laura e ajudar Natércio a interná-la, Frau Herta volta a morar na Mansão dos Prados. Sua primeira atitude com o tão esperado retorno ao comando é chamar Iracema, Silvério, Pedro e Rosa para uma conversa. Ela não faz rodeios para comunicar a demissão aos empregados: “Com exceção de Rosa, vocês estão demitidos”. Pedro fica chocado com o comunicado. Mas Iracema não se abala: “Graças a Deus nós vamos ficar longe da senhora... Porque a senhora é do mal”. Os três arrumam suas malas para ir embora.

A permanência de Rosa

Rosa não consegue entender por que foi a única a permanecer no emprego. Mais tarde, Frau Herta a informa que ainda irá precisar dela e completa: “E também porque alguém intercedeu por você”.

As cenas estão previstas para ir ao ar na próxima segunda-feira (22/09).

segunda-feira, 15 de setembro de 2008

Rosa consegue fisgar Pedro

Rosa já é apaixonada por Pedro há muito tempo e tem sofrido silenciosamente por causa do namoro do motorista com Divina. Mas quando descobre que a relação de seu amado chegou ao fim, ela volta a ter esperanças e se declara para Pedro. “Você nunca quis gostar de mim. Nunca me deu uma chance... E eu tive que te ver pelos cantos da casa com a Otávia... Tive que ver você cair de amores pela Divina”, Rosa desabafa.

Rosa consegue a atenção de Pedro

Pedro pergunta o que ele seria para Rosa caso desse uma chance a ela. “Um homem! Uma pessoa pra eu amar, admirar, respeitar... Meu amor, meu companheiro... Tudo!”, diz Rosa. Ele fica tocado com o que ouve e tasca um beijo nela. Iracema vê a cena e aprova!
As cenas estão previstas para ir ao ar na próxima terça-feira (16/09).


Saiba mais:
http://cirandadepedra.globo.com/Novela/Cirandadepedra/Fiquepordentro/0,,AA1688844-15421,00.html

sábado, 23 de agosto de 2008

Química entre estreantes

Novela. Os personagens de Hermila Guedes e André Rebustini terão romance em "Ciranda de Pedra"

São Paulo. Após viver uma paixão frustrada pela sedutora Otávia (Ariella Massotti), o jovem Pedro (André Rebustini), motorista da mansão dos Prado, dará início a uma bela história de amor com Divina (Hermila Guedes), em "Ciranda de Pedra" (Globo). O romance vai se desenvolver nas próximas semanas. "Por enquanto, eles estão só de paquera, mas vão namorar. Com a Otávia, o Pedro sabia que o relacionamento não iria para a frente. Mas, agora, o sentimento é recíproco", conta o ator, 21.Para Hermila, 28, a relação dos personagens veio em boa hora. "Assim como eu, o André é estreante nas novelas. Estamos passando pelas mesmas surpresas e aprendendo com as dificuldades. Mas temos uma boa química, e gravar é sempre divertido", fala a atriz. Ela acredita que os dois combinem e que o namoro tenha tudo para conquistar o público. "Os dois têm personalidades muito diferentes. Ele é tímido, e ela, despojada. Mas, quando ele avança o sinal, ela se faz de tímida. É muito engraçado e dá para jogar com isso", fala Hermila, que lembra também a diferença de idade dos dois na trama. "Mas nenhum teve muitos muitos namorados antes de eles começarem a se envolver, então, não acredito que isso seja um problema", avalia.Apesar de essa ser sua estréia nas novelas, Hermila já era conhecida por sua atuação no cinema - fez "Céu de Suely" - e por ter vivido a cantora Elis Regina em sua fase adulta no especial musical "Por Toda a Minha Vida", também atração da Globo. Já Rebustini, que só havia atuado em três peças como profissional, quando morava em São Paulo, considera a trama das 18h da Globo sua primeira grande oportunidade na carreira. O ator fez teste para a minissérie "Queridos Amigos" (2008) em setembro do ano passado, mas não foi aprovado. "Mas, em dezembro, fui chamado para fazer o teste da novela e, em janeiro, eu já sabia que estaria no elenco. Foi uma verdadeira explosão de felicidade", conta.Tiete confesso de Osmar Prado, que vive o empresário Cícero, Rebustini se emocionou ao contracenar pela primeira vez com o ator. "Foi um dos sonhos que eu realizei. Até falei isso para ele", garante o ator.


Outras conquistas de Pedro na trama das 18h

São Paulo. Pedro começou “Ciranda de Pedra” apaixonado por Otávia (Ariela Massotti). Na sinopse original, ele cultivaria um amor platônico por ela, mas o sentimento acabou mudando para o desejo, já que a garota dava em cima do motorista, e ele não resistia aos seus encantos. Depois do romance com a filha de Natércio (Daniel Dantas), veio a relação com Rosa (Maria Laura Nogueira), a copeira da casa. Tímida, a jovem é apaixonada pelo motorista dos Prado. Contudo, o sentimento não é recíproco. “O beijo que rolou entre eles foi uma coisa de momento, eles não resistiram”, conta o ator.

Mais: http://www.otempo.com.br/otempo/noticias/?IdEdicao=978&IdCanal=4&IdSubCanal=&IdNoticia=84213&IdTipoNoticia=1

sexta-feira, 22 de agosto de 2008

Traje de Casamento

Na última quinta-feira, você conferiu as primeiras cenas do casamento de Bruna e Afonso. Hoje, vão ao ar outras imagens sobre a cerimônia de união do casal. Mas é quase impossível olhar para a TV e não se impressionar com a beleza dos figurinos dos noivos e convidados. Cada vestido, cada terno... O ano de “Ciranda de Pedra” é 1958. Mas vai dizer que não dá vontade de escolher uma daquelas roupas de 50 anos atrás para desfilar por casamentos nos dias atuais? Atores e atrizes da novela concordam! Pedimos a eles que comentassem as roupas usadas por seus personagens. Será que Tammy Di Calafiori usaria a roupa de Virgínia? E Daniel Dantas, o que achou do visual de Natércio? Caio Blat e Anna Sophia Folch se casariam com as roupas de Afonso e Bruna?

André Rebustini
“O Pedro foi com o uniforme de motorista porque ele estava em serviço. Mas eu acho que hoje o casamento caiu na mesmice. Tem que fugir disso, não necessariamente precisa estar todo mundo de fraque ou terno. A pessoa tem que se sentir bem, não precisa ser tão formal. Eu mesmo, quando vou a um evento muito social, prefiro ir com paletó e uma camiseta em vez de camisa embaixo ou ir de camisa e calça jeans. Sempre prefiro um traje um pouco mais esportivo”.




Confira a opinião dos atores abaixo e repare em cada detalhe das roupas dos personagens na galeria de fotos!


Confira mais: http://cirandadepedra.globo.com/Novela/Cirandadepedra/Revista/0,,AA1687023-15431,00-TRAJE+DE+CASAMENTO.html

quinta-feira, 7 de agosto de 2008

Não tem pedra que resista!


Ele não é o protagonista, mas tem muita garota achando que André Rebustini, o Pedro de Ciranda de Pedra, merece o título de personagem mais importante da novela. Não porque sua participação vá gerar alguma revelação bombástica, e sim porque suas fãs ligam a TV apenas para prestigiar seus meigos olhos castanhos. André é lindo! E, embora seja suave e discreto também na vida real, esse virginiano nascido no interior de São Paulo tem garra e força de vontade. Tanto que se candidatou ao papel da novela depois de atuar em somente três peças de teatro... E conseguiu!

Veja mais:
http://www.zubaloo.com.br/agu-hom.php?id=65

Laura pede a Silvério e a Pedro para procurarem as fitas

http://video.globo.com/Portal/videos/cda/player/player.swf" name="movie" />

domingo, 27 de julho de 2008

Bastidores do "Revista de Sábado"

A equipe do Revista de Sábado estava na cola do André Rebustini, só esperando a oportunidade de encontrá-lo aqui em Rio Preto.
Numa sexta-feira no fim da tarde a Fabíola Acácia, que é amiga dele, nos informou sobre a vinda do ator. Marcamos a entrevista para segunda-feira, na casa dos pais dele em um bairro bem simples, onde André morava antes de sair da cidade.
A casa é muito charmosinha por dentro, assim que o ator foi para o Rio de Janeiro trabalhar, passou a mandar dinheiro para os pais... ele sempre quis ajudar a mãe, que lavou uma pilha de roupa enquanto a gente fazia a matéria.
Durante toda a entrevista a Fabíola Acácia, amiga dele, ficou tirando fotos dos bastidores e logo em seguida nos mandou para postar aqui no Blog.
O telefone não parava de tocar!!! São 3 celulares... um particular e dois da produção... Os diretores ficavam ligando pra confirmar horários e datas de gravação... e quais seriam os dias de folga... Assim ele confirmou que ficaria em Rio Preto até quarta-feira, e não pretendia sair de casa.
Quem estava em casa também era o imão dele, mais velho, que fazia parte da banda que ele tinha (Analgésico). Depois da entrevista ele nos mostrou os roteiros de gravação, e as falas do personagem dele.
Nessa hora ele contou que assim que gravam as cenas, todos os atores têm que jogar os roteiros dentro do Projac. Lá o papel é triturado e reciclado. Dessa forma não tem jeito de escapar nenhum capítulo antes de ir ao ar!!!!!

No Rio, André mora na Barra da Tijuca, onde tem um condomínio para a instalação de novos atores da Globo... uma espécie de abrigo para quem ainda não arrumou lugar definitivo para morar... Ficamos aproximadamente 1 hora na companhia do ator.

Veja fotos dos bastidores da gravação do programa


http://tvtem.globo.com/galeriaFotos/popup_galeria.asp?brr=4&fnd=FFFFFF&fnt=000000&id=491



Confira também a entrevista


http://tvtem.globo.com/revistadesabado/default.asp?id=4&cd_materia=2909#

quarta-feira, 16 de julho de 2008

Reveja o primeiro beijo de Pedro e Divina

Melhores momentos do chat com Tuna Dwek e André Rebustini




Família fora do estúdio
Veja como foi o chat com André Rebustini e Tuna Dwek


“Mesmo fora de cena a gente continua sendo uma família”, foi assim que André Rebustini deu início ao chat de Ciranda de Pedra na última semana, ao lado de sua mãe na trama, Tuna Dwek.

Os atores contaram como é trabalhar em uma produção de época. André revelou que gostaria de ter nascido nos anos 40 para ter vivenciado os anos 50. Já Tuna disse que nasceu no final dos anos 50 e já fez alguns trabalhos de época.

André comentou que Pedro poderia ser rebelde por ter origem humilde e viver perto de tanta riqueza. Tuna falou sobre o medo de que Frau Herta prejudique Iracema. Para conferir os melhores momentos desse bate-papo, clique no vídeo ao lado!

sexta-feira, 20 de junho de 2008

Divina e Pedro quase se beijam

O charme de Pedro

André Rebustini comenta fama de conquistador de seu personagem

O motorista da Mansão dos Prados está dando o que falar nos bastidores de Ciranda de Pedra. A cada nova leitura de capítulos, atores e produção se perguntam qual será a nova conquista de Pedro. Tímido, ele vai chegando de mansinho e se envolvendo com as mulheres da trama. Já beijou a filha do patrão Otávia, a copeira da mansão, Rosa, e agora está bem próximo de Divina. Mas o que o ator André Rebustini pensa dessa fama de conquistador? “Na vida pessoal eu já vivi isso também, já fui rotulado como conquistador, mas eu sou o contrario, não consigo sair ficando com todo mundo. Eu sou mais reservado, sou de uma pessoa só, gosto de me doar e não tem como se doar saindo com várias mulheres”. Enquanto André só levou a fama, Pedro tem “deitado na cama”. Confira abaixo os comentários do ator para as conquistadas do motorista.

Otávia
“Começou a trama com Pedro apaixonado pela Otávia, a idéia na sinopse era ele amá-la mesmo, mas acabou indo mais para o lado do desejo. Ela se joga em cima dele e ele não resiste. Afinal, a Otávia é um mulherão para a época. Ele está com os hormônios à flor da pele, tem apenas 20 anos. O Pedro é o brinquedinho de sedução dela. Mas ele tem medo da Otávia, medo do Natércio e dos próprios pais dele”.

Rosa
“Depois da Otávia surgiu a relação com a Rosa, que foi diferente. Teve um momento ali, um toque de mãos, o olho no olho. Os dois estavam perto demais, por isso rolou. Mas ela é apaixonada por ele realmente. Ele é que não sente nada por ela, só carinho. Acredito que os dois nasceram juntos na casa e a Rosa foi se apaixonando por ele”.

Divina
“Na Vila Mariana, ele conheceu a Divina, na hora em que ele olhou ficou fascinado por ela, tanto que ele fala que ela é divina mesmo, faz jus ao nome. Ele se apaixonou de primeira. Ela também, fica toda feliz, apesar de desconversar. Mas todo mundo percebe. A Dona Aurora comenta que ela está diferente, a Alice também vê, o Adonir fala que está torcendo para ela e para o motorista...”

Mas com quem André acha que Pedro vai ficar?
“Eu acho que seria ótimo para os personagens se o Pedro ficasse com a Otávia, porque ela teria que se redimir muito para assumir um romance com o motorista, com uma pessoa que é da classe operária. Ela teria que amadurecer muito, ser humilde para assumir. Mas eu acho que eles não vão ficar juntos porque está muito intensa a relação do Pedro com a Divina. Eles vão viver um namoro de verdade, porque o sentimento é recíproco”.

quarta-feira, 4 de junho de 2008

ANDRÉ fala a Revista Quem sobre generosidade

Solidariedade é coisa de berço para o ator André Rebustini, de 21 anos, que interpreta o motorista Pedro na novela Ciranda de Pedra, da TV Globo. Antes mesmo de ele nascer, seus pais, uma dona de casa e um auxiliar de produção da indústria farmacêutica, já ajudavam pessoas carentes nas proximidades da casa em que moram, na periferia de São José do Rio Preto, interior de São Paulo. “Tudo começou há 24 anos, quando meus pais, mesmo sem recursos, decidiram ajudar as crianças de rua. Com doações dos próprios moradores da região, passamos a servir uma sopa todos os sábados”, conta Rebustini. O ator cresceu convivendo com o projeto da família, batizado de Grupo do Amor, e acabou se engajando.
O Grupo do Amor até hoje sobrevive à base de doações, sem nenhuma parceria com a prefeitura ou governos. Atende atualmente 279 famílias, espalhadas pelas comunidades mais pobres da cidade. Em fevereiro, quando passou a integrar o elenco da novela, o ator se instalou no Rio de Janeiro, mas continuou dando um jeito de participar, ainda que a distância. “O que eu quero é seguir com esse trabalho, pois sei que um dia meus pais irão embora. Espero que agora, que estou na TV, possa usar minha imagem para ajudar ainda mais.

Leia mais: http://revistaquem.globo.com/Revista/Quem/0,,EMI4684-8192,00-SOLIDARIEDADE+DE+BERCO.html

Conheça o personagem de ANDRÉ

Pedro beija Rosa

Pedro e Otávia se beijam

Pedro é seduzido por Otávia

ANDRÉ REBUSTINI fala sobre seu personagem no Vídeo Show

Entrevista ao Jornal Bom Dia

Disk-me-diz
Do outro lado da linha: André Rebustini, ator a caminho do estrelato
Então quer dizer que temos um rio-pretense na novela das seis?
(Meio tímido) Você viu? Nem eu acredito, Beck. É um sonho que se concretiza a cada novo capítulo. Estou muito feliz, emocionado mesmo.
E como rolou tudo isso, brother? Eu sei que você era modelo e tal...
Isso. Eu comecei fazendo alguns trabalhos como modelo e fui logo para São Paulo. Alguns agentes sugeriram que partisse para o teatro, que já era algo de que gostava. Me matriculei no curso InCena, da Mara Carvalho (mulher de Antônio Fagundes), fiz oficinas e laboratórios e foi acontecendo...
Acontecendo o que exatamente?
Eu fui fazendo muitos testes, mas quem me ajudou mesmo foi o produtor Fernando Leal, que me deu muita força. Num desses testes fui visto por uma produtora de elenco da série “Queridos Amigos”, que me convidou para participar das seleções. Mas eu não fui aprovado.
Ficou desapontado?
Nessa carreira é assim mesmo: você tem que tentar e não pode desistir por conta dos “nãos” que recebe. Na seqüência, participei dos testes para “Ciranda de Pedra”. Centenas de atores participaram. Uma loucura! Quando fui chamado, quase desmaiei. “Esse é o Pedro que procuramos”, disseram os diretores.
Você foi escolhido na raça mesmo, não teve teste do sofá, nada?
Jamais. Sobre isso há muita falação, mas comigo, graças a Deus, foi tudo no talento mesmo. Um amigo, que também tentou o papel de Pedro na novela, me disse que ninguém chegaria sem ceder alguma coisa. Eu não cedi nada. Tanto que, quando fui convocado, um filme passou pela cabeça.
E esse filme que passou pela sua cabeça está mais para drama ou comédia?
Beck, vivi um pouco de tudo. Drama e comédia. Morei em um quarto de empregada, quase fui despejado, enfim. Quando tentava abrir contas em bancos e dizia que era ator, nenhum gerente me dava atenção. Diziam que atores não têm residência fixa nem responsabilidade. Coisas desse tipo, sabe?


PRESENÇA VIP - André Rebustini - COLUNA ALFREDO JUNIOR


Abertura do curta-metragem "Atire a primeira pedra"

video

Abertura de "Atire a Primeira Pedra" (curta-metragem, de Thiago Fernandes. 2006. Personagem de André: Antenor)

ANDRÉ no JORNAL BOM DIA

ANDRÉ REBUSTINI é capa do jornal Bom Dia de São José do Rio Preto no dia 9 de maio de 2008, sendo um dos destaques do caderno Viva.